Decorismo: Meu Casamento

24/02/2016


Hoje vamos ressuscitar umas das tags mais antiga do blog de uma forma diferente, desde quando comecei o blog minha melhor amiga me dizia constantemente que eu devia falar sobre o meu casamento, organização, decoração, convites e etc, então encaixei o casamento na tag decorismo, faço dois anos de casada hoje primeiro de março, nunca compartilhei com ninguém como foi a experiência de organizar meu casamento, na época era necessário que tudo fosse perfeito, foi difícil meus amigos haha mas eu sobrevivi.

Quando comecei a planejar o casamento não sabia por onde começar, até que um dia fazendo as pesquisas diárias na internet me deparei com o blog Vestida de noiva, nunca vou esquecer da frase que li naquele dia " você pode já ter planejado uma festa de 15 anos, um batizado mas saiba que um casamento é um casamento" surtei ao ver essa frase, mas o estado de espírito passou rápido, o site possuía listas para tudo que eu precisava: Lista de convidados, enxoval, Check list, lista de chá de panelas...e foi então que conheci minha melhor amiga chamada lista, eu tinha 4 listas diferentes juntamente com uma que eu tinha criado em particular, a mais importante era a que dividia o casamento em meses e dias para a data,  essa foi minha salva vidas.Foram nove meses de organização literalmente, mas comecei a planejar faltando dois anos, eram tantos detalhes, mas no fim tudo foi perfeito, ao fim do dia não conseguia acreditar que tudo tinha sido da forma como imaginei desde da mais singela valsa até os comprimentos.


Para a minha mãe a igreja sempre foi o mais importante, acreditem que o contrato avia sido fechado para um tapete verde, mas o vermelho acabou vindo por engano! No final gostei muito mais da junção do vermelho ao amarelo e aos tão sonhados lírios que o noivo insistiu ardentemente para que estivessem presente na decoração.


Não abri mão da igreja onde cresci, sempre sonhei em me casar naquele lugar e jamais trocaria a simplicidade da minha igreja por algo mais esplendoroso.

O salão foi a realização de um sonho, quando comecei a planejar o casamento as cores do salão eram dor de cabeça certa, e quando me decidi pelo azul tiffany, foi uma guerra atrás de toalhas , flores e fitas de cetim que encaixassem no tom.


Falando ainda da dor de cabeça do Tiffany, a escolha das cores dos vestidos das madrinhas, sempre sonhei com um casamento com todas as madrinhas da mesma cor, seguindo o padrão das damas dos casamentos americanos, duas semanas antes do grande dia, algumas madrinhas tiveram problemas com os vestidos e o azul royal acabou tornando-se a segunda cor, o que não tirou o expledor, acabei gostando da combinação, os padrinhos foram clássicos de terno preto, camisa branca e gravatas pretas, enquanto o noivo optou pelo look completamente preto só tendo a gravata em branco. Meu pai como gentlamen que é escolheu o terno combinando com a cor do meu buquê. As damas foram todas de branco com flores amarelas ou brancas, optei por todos os vestido com tule na parte debaixo .



Finalizando  o elemento mais importante! Meu vestido de noiva, lembro que quando pensava no meu vestido imaginava que provaria pelo menos vinte! Engano meu, provei três ou dois e acabei ficando com o primeiro que provei, simples e sem arrependimentos.



Para mim este é um dos post mais importantes que já fiz no blog, talvez o menos elaborado, mas ele marca o inicio de uma nova época para o blog, para mim e para minha vida, escrevo este post em 24/02/2016 mas ele entrará no ar no dia do meu aniversário de dois anos de casamento.

Próximo Capitulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário